"VIVAcidade - comércio e serviços nas vias através de mapas"                          "Não estrague sua vida e sua saúde. Não use nenhum tipo de droga - VIVAcidade Serviços"                          "VIVAcidade - um novo tempo, uma nova cidade"                          "VIVAcidade - porque a cidade é imperdível"                          
» Ver outros textos sobre a cidade Ajuda ? 
Pesquisar no VIVAcidade
 
Clique aqui para ver mais uma imagem de Sorocaba >>>>>
 
 
Hospedagem em Sorocaba
 

Página Inicial

GUIA VISUAL DA CIDADE

 

» Regiões
» Vias
» Pontos
» Pontos wi-fi
» Bairros
» Radares
» Mapas
» Google Mapas
» Vídeos

GUIA COMÉRCIO SERVIÇOS

 

» Públicos
» Particulares
» 3º Setor
» Mapas

CLASSIFICADOS

 

» Imóveis

SOBRE A CIDADE

 

» Textos e Notícias
» Agenda de Eventos
» Fórum de Debates
» Cinema
» Áudios-Vídeos
» Livros
» Telefones Úteis
» Estatísticas
» Desenvolvimento
» Invista na Cidade
» Dados Históricos
» Região Administrativa
» In English

OUTRAS FERRAMENTAS

 

» Notícias 24 horas
» Rádio on line
» Busca no Site
» Busca CEP
» Dólar e Economia
» Previsão do Tempo
» Calendário

VIVACIDADE SITE-EMPRESA
 

» Quem Somos
» Propósitos
» Conceitos
» Perguntas - Usuários
» Perguntas - Anunciantes
» Fale Conosco
» Orkut
» Twitter
» Facebook
» Linkedin
» YouTube
» Depto. Comercial
» Depto. Jurídico

 
Campanhas de Cidadania
Comitê da Ficha Limpa em Sorocaba
 
Campanha Ficha Limpa
 
Consulte antes de votar
 
 
Saiba Mais
 
Abaixo Assinado Eletrônico

 

OAB-SP - Abaixo Assinado Eletrônico
 
12.11.2011. Policial herói recusa R$ 1 milhão

 (*) Equipe VIVAcidade

Sorocaba - Na invasão da favela da Rocinha no Rio de Janeiro um policial virou herói e exemplo de ética, ao contrário de muitos políticos.

Na prisão de Nem, um dos traficantes mais procurados do país, o policial recusou ganhar uma propina de R$ 1 milhão para não prendê-lo.

Em entrevista, o policial herói disse que tinha sido criado com valores que eram mais importantes do que dinheiro. Honestidade, por exemplo.

O episódio revela que pelo menos durante os últimos seis anos chefes do tráfico subornaram policiais para poderem atuar sem problemas.

Após a captura do bandido, soube-se que metade do lucro arrecadado mensalmente com a venda de drogas tinha como destino certo o bolso da polícia ou de policiais corruptos.

Para se ter uma idéia, somente o traficante Nem conseguia arrecadar em seus pontos de domínio cerca de R$ 100 milhões por ano com a venda de drogas de todo tipo.

Isto significa que o tráfico no Rio de Janeiro é lucrativo não só para os traficantes como também para a polícia.

A tese de que policiais e traficantes formam uma instituição única e corrupta foi retratada há alguns anos nos filmes da série "Tropa de Elite".

Recente pesquisa revelou que os policiais corruptos têm o controle de 45% das favelas do Rio.

E não é só com a polícia que o tráfico tem relação. A relação do tráfico com a política também é grande no Rio de Janeiro.

Toda esta relação promíscua vinha sendo estudada por um deputado estadual que teve que sair do país sob ameaça de morte. Ele estava denunciando a ligação entre as milícias (pessoas armadas em favelas comandadas por traficantes) e o poder político no Rio de Janeiro.

No caso, o deputado denunciava inclusive que milicianos financiavam campanhas políticas no estado, chegando a eleger alguns candidatos. Os moradores votavam sob a ameaça de serem mortos pelos milicianos.

Para o deputado exilado, as milícias são uma máfia que controlam o crime de dentro das cadeias e por isso não basta prender seus integrantes. É preciso tirar o braço econômico e territorial desses grupos.

O caso da juíza assassinada Patrícia Acioli (que tinha o poder de mandar prender traficantes) também tem relação com as tais milícias (traficantes) investigadas pelo deputado.

O VIVAcidade recebeu alguns comentários, dizendo que o policial não fez mais do que a obrigação ao recusar a propina, não devendo ser homenageado por seu ato de honestidade.

A verdade é que a polícia demorou muito para cumprir com sua obrigação já que o mencionado esquema entre polícia e tráfico já dura há décadas no Rio de Janeiro.

(*) Equipe VIVAcidade - 12.11.2011

VIVAcidade - Copyright © 2004-2016 - Todos os direitos reservados | Aviso Legal
VIVACIDADE INTERNET E COMUNICAÇÃO LTDA.
Fale com o VIVAcidade: Clique Aqui

 

 

VIVAcidade Sorocaba
Tipo: Comunicação
Região: Além Linha-Trujillo
Local: Rua Ângelo Elias, 689
Ver mais no Guia VC

Leia Mais
Saiba Mais
Fórum de Debates
 
sociais.com
Conheça Votorantim

Galeria de Mapas
Comércio e Serviços
Rodovias de Acesso
Ruas e Avenidas
Regiões da Cidade
Região Central