"VIVAcidade - Sorocaba em alguns cliques"                          "VIVAcidade - o ano todo homenageando Sorocaba"                          "VIVAcidade - ligando Sorocaba com o planeta"                          "VIVAcidade - a gente compartilha a cidade"                          
» Ver outros textos sobre a cidade Ajuda ? 
Pesquisar no VIVAcidade
 
Clique aqui para ver mais uma imagem de Sorocaba >>>>>
 
 
Hospedagem em Sorocaba
 

Página Inicial

GUIA VISUAL DA CIDADE

 

» Regiões
» Vias
» Pontos
» Pontos wi-fi
» Bairros
» Radares
» Mapas
» Google Mapas
» Vídeos

GUIA COMÉRCIO SERVIÇOS

 

» Públicos
» Particulares
» 3º Setor
» Mapas

CLASSIFICADOS

 

» Imóveis

SOBRE A CIDADE

 

» Textos e Notícias
» Agenda de Eventos
» Fórum de Debates
» Cinema
» Áudios-Vídeos
» Livros
» Telefones Úteis
» Estatísticas
» Desenvolvimento
» Invista na Cidade
» Dados Históricos
» Região Administrativa
» In English

OUTRAS FERRAMENTAS

 

» Notícias 24 horas
» Rádio on line
» Busca no Site
» Busca CEP
» Dólar e Economia
» Previsão do Tempo
» Calendário

VIVACIDADE SITE-EMPRESA
 

» Quem Somos
» Propósitos
» Conceitos
» Perguntas - Usuários
» Perguntas - Anunciantes
» Fale Conosco
» Orkut
» Twitter
» Facebook
» Linkedin
» YouTube
» Depto. Comercial
» Depto. Jurídico

 
Campanhas de Cidadania
Comitê da Ficha Limpa em Sorocaba
 
Campanha Ficha Limpa
 
Consulte antes de votar
 
 
Saiba Mais
 
Abaixo Assinado Eletrônico

 

OAB-SP - Abaixo Assinado Eletrônico
 
12.08.2011. Exame para se tornar Eleitor

 (*) Nossa Opinião

Sorocaba - Para tirarmos carteira de motorista, temos que passar por uma prova escrita e uma prática. Que tal uma prova para saber se temos consciência política como eleitores?

Atualmente, como se sabe, a maioria da população vota por obrigação e sem consciência do que está fazendo. Nem sabe em quem está votando direito, nem sabe por que existe o voto e muito menos onde fica Brasília-DF no mapa.

Assim, propomos que todos os eleitores passem por uma prova sobre conhecimentos gerais, nada muito difíceis, apenas para avaliar se sabem ler e escrever e entendem o significado do ato de votar. No caso, haveria uma Carteira do Eleitor.

Noções de democracia, Constituição, representatividade, sistema eleitoral, imprensa política, campanha política, etc. seriam perguntados no exame. Por exemplo, 10 questões de livre escolha e 10 dissertativas. Das 20 questões, quem acertasse pelos menos 15 estaria apto a ser eleitor.

Por outro lado, as escolas públicas ou faculdades públicas seriam responsáveis por passar o conteúdo que iria cair na prova.

Se o eleitor não conseguisse uma nota mínima, não estaria apto a votar naquela eleição. Apenas na próxima. Enquanto isso, ele teria que estudar para passar na prova de eleitor.

Obviamente, teríamos que fazer uma reforma na Constituição para que esta medida entrasse em vigor já que qualquer pessoa, independente do grau de escolaridade, tem direito ao voto.

No entanto e de forma contraditória, a pessoa com baixa escolaridade é obrigada a votar de maneira que não percebe que está sendo enganada pelos políticos. É como se a obrigatoriedade do voto fosse um bom negócio para os políticos, um tipo de estratégia eleitoral mal intencionada.

É bom deixar claro que não se trata aqui de uma medida que quer tirar o direito das pessoas de votarem e sim de uma medida que quer fazer valer o voto consciente com base no conhecimento.

Trata-se de uma proposta de inclusão social para incluir os eleitores sem escolaridade ou alienados no mesmo plano dos eleitores conscientes.

Obviamente que também haveria de existir uma reforma estrutural no país para que esta medida fosse de fato implementada.

Confira os pontos positivos desta proposta:

1 - Eleitores com baixa escolaridade enganados pelos políticos não votariam e não elegeriam políticos mal intencionados.

2 - A prova serviria para avaliar o sistema educacional do país como um todo.

3 - Apenas pessoas interessadas em política estudariam para passar na prova.

4 - As pessoas brigariam para querer votar. Isso as forçaria a estudar, gerando uma sociedade preocupada com a política no país.

5 - Candidatos não conseguiriam enganar a nova sociedade estudada e com poder de voto.

6 - Os eleitores do Brasil finalmente conseguiriam eleger governantes com base naquilo que sabem e de forma racional.

7 - Os eleitores ficariam inteligentes na eleição seguinte, pois teriam alguns anos para se prepararem para a prova.

8 - As escolas e faculdades públicas cumpririam o seu papel que é o de formar cidadãos conscientes politicamente que possam melhorar o país e o mundo.

9 - Os maus políticos seriam extirpados com o tempo, pois o eleitor inteligente não os elegeriam mais.

10 - O Direito ao Voto seria na verdade o Direito ao Voto Consciente. O eleitor só teria o direito de votar se ele provasse ser um eleitor consciente.

11 - Os eleitores teriam que estudar para mudar suas realidades a partir do direito que teriam de votar de maneira consciente.

13 - Os partidos teriam que convocar cidadãos de bem para serem candidatos, pois os políticos ladrões não mais ganhariam as eleições já que os eleitores conscientes não mais os elegeriam.

14 - O Brasil, finalmente, seria um país de eleitores conscientes, educados e cidadãos.

15 - O Brasil, finalmente, seria um país de políticos honestos, reflexo de uma sociedade educada e consciente.

(*) Equipe VIVAcidade - 12.08.2011

VIVAcidade - Copyright © 2004-2016 - Todos os direitos reservados | Aviso Legal
VIVACIDADE INTERNET E COMUNICAÇÃO LTDA.
Fale com o VIVAcidade: Clique Aqui

 

 

VIVAcidade Sorocaba
Tipo: Comunicação
Região: Além Linha-Trujillo
Local: Rua Ângelo Elias, 689
Ver mais no Guia VC

Leia Mais
Saiba Mais
Fórum de Debates
 
sociais.com
Conheça Votorantim

Galeria de Mapas
Comércio e Serviços
Rodovias de Acesso
Ruas e Avenidas
Regiões da Cidade
Região Central