"VIVAcidade - o seu site de turismo e localização"                          "VIVAcidade - apoiando as empresas que transformam a cidade"                          "VIVAcidade - muito mais que divulgação"                          "VIVAcidade - o mundo é de quem o transforma"                          
» Ver outros textos sobre a cidade Ajuda ? 
Pesquisar no VIVAcidade
 
Clique aqui para ver mais uma imagem de Sorocaba >>>>>
 
 
Hospedagem em Sorocaba
 

Página Inicial

GUIA VISUAL DA CIDADE

 

» Regiões
» Vias
» Pontos
» Pontos wi-fi
» Bairros
» Radares
» Mapas
» Google Mapas
» Vídeos

GUIA COMÉRCIO SERVIÇOS

 

» Públicos
» Particulares
» 3º Setor
» Mapas

CLASSIFICADOS

 

» Imóveis

SOBRE A CIDADE

 

» Textos e Notícias
» Agenda de Eventos
» Fórum de Debates
» Cinema
» Áudios-Vídeos
» Livros
» Telefones Úteis
» Estatísticas
» Desenvolvimento
» Invista na Cidade
» Dados Históricos
» Região Administrativa
» In English

OUTRAS FERRAMENTAS

 

» Notícias 24 horas
» Rádio on line
» Busca no Site
» Busca CEP
» Dólar e Economia
» Previsão do Tempo
» Calendário

VIVACIDADE SITE-EMPRESA
 

» Quem Somos
» Propósitos
» Conceitos
» Perguntas - Usuários
» Perguntas - Anunciantes
» Fale Conosco
» Orkut
» Twitter
» Facebook
» Linkedin
» YouTube
» Depto. Comercial
» Depto. Jurídico

 
Campanhas de Cidadania
Comitê da Ficha Limpa em Sorocaba
 
Campanha Ficha Limpa
 
Consulte antes de votar
 
 
Saiba Mais
 
Abaixo Assinado Eletrônico

 

OAB-SP - Abaixo Assinado Eletrônico
 
02.06.2011. A Linha Férrea de Sorocaba é um problema?

 (*) Equipe VIVAcidade

Sorocaba - Para muitos, a linha férrea de Sorocaba, atualmente, representa um incômodo para a cidade. Projetos para que sua estrutura seja removida ou utilizada de verdade em tempos de globalização estão se tornando freqüentes, porém, não saem do papel e nem das telas dos tablets.

É verdade que a linha férrea ainda possui trens que transportam mercadorias e produtos, cortando a cidade e até apitando em certos horários. No entanto, há muitos anos, não tem a função social de servir às pessoas como um meio de transporte, como se as mercadorias fossem mais importantes que os próprios cidadãos.

Para muitos, a linha férrea serve apenas para a contemplação de um passado histórico que Sorocaba carrega com orgulho em sua biografia.

De fato, a linha férrea representa uma parte do progresso em sua ápoca histórica, mas, agora, em tempos de trens magnéticos que flutuam, fica difícil imaginar esta tralha toda estorvando dentro da cidade.

Se a linha férrea não serve para transportar pessoas através de trens, porque há motivos para a sua conservação? A linha férrea atrapalha até mesmo as vias que servem para o trânsito dos carros, dos ônibus e dos pedestres.

Além disso, a linha férrea de Sorocaba é totalmente anti-estética e está completamente abandonada, servindo de depósito de lixo que atraem ratos e outras pragas urbanas e de esconderijos noturnos para bandidos.

Ao que parece, a prefeitura também não está dando a devida atenção à linha férrea, pois vários de seus trechos estão tomados pelo mato e pela erosão do solo.

O trecho que passa pela Av. Eng. Carlos Reinaldo Mendes e que cruza com a R. Padre Madureira, próximo à Fábrica da Villares, é uma verdadeira aberração estética! Ali é possível ver nas margens lixo, mato alto, grades detonadas pelo vandalismo e, de quebra, pessoas atravessando a linha sem segurança.

Contudo, é preciso considerar que deve haver um contrato de exploração comercial da linha férrea pela empresa que a administra atualmente. Tal contrato, possivelmente, seja o grande entrave jurídico para a sua transposição ou qualquer outro tipo de projeto para a mesma.

Aliás, é bom aproveitar o espaço para dizer que, se for de sua responsabilidade, fica evidente que a ALL Logística não está cuidando da conservação da linha férrea nem mesmo em trecho urbano. Já deveria inclusive ter sido multada pela prefeitura de Sorocaba. É preciso apurar as responsabilidades.

Recentemente, um projeto da Câmara Municipal sugeriu que a linha férrea fosse retirada do centro da cidade, instituindo uma rota alternativa, mas, ao que parece, tudo ficou no blá blá blá. A idéia é boa, porém, as seguintes partes interessadas não foram ouvidas: cidadãos, engenheiros, governo municipal, empresas que usam a linha férrea, concessionárias, administradoras, etc.

Somente após a abertura de um diálogo com a sociedade será possível tomar uma providência em relação à linha férrea de Sorocaba que há tanto tempo parou no tempo.

Sobre este mesmo assunto, Luiz Rodrigues, leitor do Site VIVAcidade, mandou para nós o seguinte comentário, que consideramos uma boa contribuição para o diálogo sobre o assunto:

Se houver mesmo a mudança da linha férrea, dá para se fazer no local uma grande avenida de trânsito rápido praticamente em linha reta, ligando desde a Castelinho até o Wanel Ville, passando pelo centro da cidade com ligações de trânsito na Drury´s , R. Padre Madureira, Av. Dom Aguirre, Praça da Bandeira, Shopping Sorocaba, Humberto de Campos, Parque Esmeralda e Wanel Ville.

Além da vantagem de redução de tempo para atravessar a cidade e redução de trâsito nas avenidas sobrecarregadas, a nova avenida estaria livre de cruzamentos, de sinais e de alagamentos.

Poderia dar o nome de Av. Principal e aproveitar para que seja feita uma bela rodoviária na estação da ALL.

• Comentários nas Redes Sociais

Geraldo Cardozo Neto: nunca foi e não será...problema cultural, mais uma vez, do nosso povo!

André Fernandes: eu discordo. é um problema sim e dos grandes, se tivesse trem para transportar passageiros poderia até ser útil, mas....

Gustavo Lima: Problema não é, falta incentivo do governo para arruma-la e torna-la novamente viavel tanto para cargas como para passageiros...

Geraldo Cardozo Neto: André, me desculpe mas vc tá equivocado... transporte ferroviário é importante em qq lugar decente do mundo...o que fizeram aqui em Sorocaba e no Brasil é, no mínimo, burrice em relação as ferrovias...prá não dizer outra coisa

Ulisses Paulino: Tem elementos que estão sendo acrescentados à cidade que são muito mais agressivos esteticamente que a linha férrea, como mini-shoppings quase inúteis. A linha é funcional ainda, passa pelo meio de uma metalúrgica, escoa boa parte do que é produzido em Votorantim. O traçado não é ruim, apesar da falta de planejamento urbano, ela interfere pouco no tráfego. É sub-utilizada, mas se isso é constatado, é porque seu traçado é útil. Talvez, alguns moradores do Olga Urb 1, 2, 3,... 345, 346 se sintam incomodados com o apito, mas a linha já estava ali assim como mata protegida, que hoje nem existe mais.

Ulisses Paulino: E a falta de visão do sorocabano é bem presente no texto na ideia de abrir uma nova avenida: excluímos um modal de transporte, nos fechando cada vez mais no automóvel, privilegiando o transporte individual ao invés do coletivo. A experiência prova que quanto mais espaço se abre para os carros, mais carros teremos para ocupar esses espaços. Acabar com a linha férrea para dar lugar aos carros é um planejamento suicida.

Luiz Algarra: O peixe não percebe a água! A miopia da política de transporte urbano pode ser percebida em diversos pontos da cidade uma hora antes da seis da tarde! Todos sabiam que isto iria acontecer, que o colapso do transporte Sorocabano aconteceria, e mesmo assim não fizeram nada! E agora essa da ferrovia? Cada uma...

Luís Renato Cruz Vieira: Concordo com Ulisses e acrescento que a linha férrea deve ser mais utilizada pelas pessoas do que pelas mercadorias. Deve-se, portanto, haver um replanejamento de seu uso urbano.

Robson Lima: A linha férrea poderia contar com um BRT leste-oeste, interligado com outro BRT norte-Sul e ainda uma rodoviaria intermunicipal. Tudo integrado usando os pavilhões da antiga Sorocaba. Mas e o peito pra isso?

Rodrigo Cintra: Deve-se na verdade repensar sobre o traçado do transporte veicular e sobre o caos que os automóveis causam a nossa cidade e não sobre a nossa querida e tão útil linha férrea que tem um traçado que corta nossa cidade de ponta a ponta. Deveria SIM ser a prioridade de nosso transporte, deveria SIM transportar passageiros por toda cidade e cidades vizinhas, os ramais se interligam e poderia ser um transporte revolucionário em nossa região, é nisso que nossa prefeitura deve investir num trem urbano, fazendo acordos com as cidades da região e barateando,assim, seu custo, dividindo os investimentos que beneficiaria milhares de pessoas.

Rodrigo Cintra: VAMOS DIZER NÃO AOS CARROS E A NOVAS RUAS E MARGINAIS E DIZER SIM AO TRANSPORTE FERROVIÁRIO! A natureza e a população agradece! A europa é um grande exemplo de como se utilizar o transporte ferroviário! Já que nossa prefeitura adora copiar modelos de cidades européias desenvolvidas, então aproveita e copia o modelo de transporte ferroviário também! O slogan diz "CIDADE EDUCADORA CIDADE SAUDÁVEL", com certeza esse investimento seria muito saudável e educador!

(*) Equipe VIVAcidade - 02.06.2011

VIVAcidade - Copyright © 2004-2016 - Todos os direitos reservados | Aviso Legal
VIVACIDADE INTERNET E COMUNICAÇÃO LTDA.
Fale com o VIVAcidade: Clique Aqui

 

 

VIVAcidade Sorocaba
Tipo: Comunicação
Região: Além Linha-Trujillo
Local: Rua Ângelo Elias, 689
Ver mais no Guia VC

Leia Mais
Saiba Mais
Fórum de Debates
 
sociais.com
Conheça Votorantim

Galeria de Mapas
Comércio e Serviços
Rodovias de Acesso
Ruas e Avenidas
Regiões da Cidade
Região Central