"VIVAcidade - a cidade de presente pra você!"                          "Motorista, o uso de cinto de segurança no banco de trás também é obrigatório - VIVAcidade Serviços"                          "VIVAcidade - muito mais que comércio e serviços nas principais vias da cidade"                          "Atenção motoristas: bebês, mesmo os recém-nascidos, não devem viajar no colo de suas mães. Em caso de colisão, o risco da criança servir como amortecedor no impacto com o painel ou o banco da frente é muito grande - VIVAcidade Serviços"                          
» Ver outros textos sobre a cidade Ajuda ? 
Pesquisar no VIVAcidade
 
Clique aqui para ver mais uma imagem de Sorocaba >>>>>
 
 
Hospedagem em Sorocaba
 

Página Inicial

GUIA VISUAL DA CIDADE

 

» Regiões
» Vias
» Pontos
» Pontos wi-fi
» Bairros
» Radares
» Mapas
» Google Mapas
» Vídeos

GUIA COMÉRCIO SERVIÇOS

 

» Públicos
» Particulares
» 3º Setor
» Mapas

CLASSIFICADOS

 

» Imóveis

SOBRE A CIDADE

 

» Textos e Notícias
» Agenda de Eventos
» Fórum de Debates
» Cinema
» Áudios-Vídeos
» Livros
» Telefones Úteis
» Estatísticas
» Desenvolvimento
» Invista na Cidade
» Dados Históricos
» Região Administrativa
» In English

OUTRAS FERRAMENTAS

 

» Notícias 24 horas
» Rádio on line
» Busca no Site
» Busca CEP
» Dólar e Economia
» Previsão do Tempo
» Calendário

VIVACIDADE SITE-EMPRESA
 

» Quem Somos
» Propósitos
» Conceitos
» Perguntas - Usuários
» Perguntas - Anunciantes
» Fale Conosco
» Orkut
» Twitter
» Facebook
» Linkedin
» YouTube
» Depto. Comercial
» Depto. Jurídico

 
Campanhas de Cidadania
Comitê da Ficha Limpa em Sorocaba
 
Campanha Ficha Limpa
 
Consulte antes de votar
 
 
Saiba Mais
 
Abaixo Assinado Eletrônico

 

OAB-SP - Abaixo Assinado Eletrônico
 
31.07.2010. Artigo: O campeão das gafes

 (*) José Crespo

Sorocaba - Em 1989, palestrando na Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais, o político Paulo Maluf proferiu uma das frases mais infelizes já registradas pela imprensa. O "estupra, mas não mata" até hoje, 21 anos depois, continua sendo a máxima malufista, desbancando dezenas de outras conhecidas frases do conhecido político.

Em 2007, foi a vez da então ministra do Turismo do governo Lula, Marta Suplicy, dar uma baita escorregada verbal: no meio de uma grave crise aérea e justo no lançamento de um plano nacional de turismo, para se livrar do incômodo do atraso das viagens ela aconselhou os turistas a relaxar e gozar porque, em sua visão, assim eles esqueceriam todos os transtornos ao chegar aos respectivos destinos.

Marta e Maluf, que até hoje amargam os efeitos políticos funestos de suas respectivas frases, estão de alguns anos para cá ganhando um sério concorrente na disputa pelo título de político brasileiro campeão de gafes: o presidente Lula.

Lula, que não é exatamente um especialista em oratória sem cometer um fiasco, dia destes entrou em mais uma polêmica por conta de suas frases estapafúrdias ao tentar explicar sua negativa em defender uma mulher que a qualquer momento pode ser morta por apedrejamento no Irã.

Abre-se aqui um parêntese para tratarmos dessa crueldade: na terra do nada democrático presidente Mahmoud Ahmadinejad, que extermina inimigos do regime como se formigas fossem e a quem Lula não perde chance de chamar de amigo, mulher que recebe sentença de morte por apedrejamento é envolta em lençóis brancos da cabeça aos pés e enterrada na areia até a altura do ombro - para fora fica apenas a cabeça, atingida por pedras grandes até a ocorrência do óbito.

Pois bem: acusada de adultério, a senhora Sakineh Mohammadi Ashtiani recebeu lá atrás o castigo já exagerado de 99 chibatadas e em novo "julgamento" foi condenada à morte na base da pedrada. Seus filhos iniciaram um movimento para defendê-la, via internet, pedindo ao governo do amigo iraniano do presidente Lula a não aplicação daquela sentença de morte.

O site freesakineh.org, que está colhendo apoio contra aquela crueldade, já registrou mais de 120 mil assinaturas, entre as quais muitas de políticos e personalidades de peso e consciência, caso do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, do prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, e dos cantores e compositores Caetano Veloso e Chico Buarque.

Questionado se iria ou não assinar o documento, Lula recusou-se a dar seu aval ao movimento contra a forma violenta de morte que espera a mulher iraniana, dizendo que "é preciso tomar muito cuidado porque as pessoas têm leis e regras, as pessoas, sabe, se começar a desobedecer às leis deles para atender aos pedidos dos presidentes, daqui a pouco há uma avacalhação".

O termo avacalhar, ao contrário do que alguns companheiros possam crer, não define nenhuma vaca sendo atingida pela aftosa ou outra doença comum aos ruminantes. Avacalhar é sinônimo esculhambar, desmoralizar, ridicularizar.

Recusando-se a defender uma pessoa condenada a método pré-histórico de tortura e morte, o presidente Lula alega não querer com seu gesto desmoralizar um governo já esculhambado pelas seguidas violações aos direitos humanos, ao qual manifestou apoio em outras ocasiões enquanto 99% das nações civilizadas faziam exatamente o contrário, condenando o Irã por diversas práticas abusivas e antidemocráticas.

Mais recentemente, Lula entrou em outra encrenca oratória ao intrometer-se e tentar apaziguar a crise entre Colômbia e Venezuela, onde a primeira acusa a outra de abrigar terroristas colombianos em seu território. Ao classificar o episódio como um simples caso de "assuntos pessoais", defendendo de novo seu amigo Hugo Chávez (aquele mesmo que se perpetua no poder aplicando golpes na democracia), Lula acabou levando um pito publicamente do presidente colombiano, Álvaro Uribe, que emitiu nota oficial deplorando o palavreado do brasileiro e sua ignorância quanto à ameaça que os terroristas das Farc representam não só à Colômbia, mas ao continente (do qual o Brasil faz parte) inteiro.

Colecionando frases como as perpetradas no caso da iraniana ameaçada de morte por apedrejamento e na questão entre Colômbia e Venezuela, Lula ameaça assumir logo, logo, o primeiro lugar no ranking dos políticos autores de manifestações infelizes, deixando Maluf e a companheira Marta Suplicy em segundo plano.

Pois, além daquelas declarações estapafúrdias, Lula tem outras pérolas verbais em seu currículo que podem perfeitamente ajudar a classificá-lo como o político brasileiro campeão das gafes das últimas décadas: "a grande maioria de nossas importações vem de fora do país", "o futuro será melhor amanhã", “é tempo para a raça humana entrar no sistema solar", "minha mãe nasceu analfabeta" e por aí afora.

Isso é que é avacalhação do cargo de Presidente da República, não defender uma mulher condenada a morrer por apedrejamento.

Acorda, Brasil!

(*) José Crespo é vereador em Sorocaba, deputado estadual suplente e professor universitário.

VIVAcidade - Copyright © 2004-2016 - Todos os direitos reservados | Aviso Legal
VIVACIDADE INTERNET E COMUNICAÇÃO LTDA.
Fale com o VIVAcidade: Clique Aqui

 

 

VIVAcidade Sorocaba
Tipo: Comunicação
Região: Além Linha-Trujillo
Local: Rua Ângelo Elias, 689
Ver mais no Guia VC

Leia Mais
Saiba Mais
Fórum de Debates
 
sociais.com
Conheça Votorantim

Galeria de Mapas
Comércio e Serviços
Rodovias de Acesso
Ruas e Avenidas
Regiões da Cidade
Região Central