"VIVAcidade - viver a cidade além da tecnologia"                          "Confira no "Guia Visual" VIVAcidade os pontos de Sorocaba com acesso à internet gratuita. Clique em Pontos wi-fi - Equipe VIVAcidade"                          "VIVAcidade - a visão total da cidade"                          "VIVAcidade - a inovação que faltava na sua cidade"                          
» Ver outros textos sobre a cidade Ajuda ? 
Pesquisar no VIVAcidade
 
Clique aqui para ver mais uma imagem de Sorocaba >>>>>
 
 
Hospedagem em Sorocaba
 

Página Inicial

GUIA VISUAL DA CIDADE

 

» Regiões
» Vias
» Pontos
» Pontos wi-fi
» Bairros
» Radares
» Mapas
» Google Mapas
» Vídeos

GUIA COMÉRCIO SERVIÇOS

 

» Públicos
» Particulares
» 3º Setor
» Mapas

CLASSIFICADOS

 

» Imóveis

SOBRE A CIDADE

 

» Textos e Notícias
» Agenda de Eventos
» Fórum de Debates
» Cinema
» Áudios-Vídeos
» Livros
» Telefones Úteis
» Estatísticas
» Desenvolvimento
» Invista na Cidade
» Dados Históricos
» Região Administrativa
» In English

OUTRAS FERRAMENTAS

 

» Notícias 24 horas
» Rádio on line
» Busca no Site
» Busca CEP
» Dólar e Economia
» Previsão do Tempo
» Calendário

VIVACIDADE SITE-EMPRESA
 

» Quem Somos
» Propósitos
» Conceitos
» Perguntas - Usuários
» Perguntas - Anunciantes
» Fale Conosco
» Orkut
» Twitter
» Facebook
» Linkedin
» YouTube
» Depto. Comercial
» Depto. Jurídico

 
Campanhas de Cidadania
Comitê da Ficha Limpa em Sorocaba
 
Campanha Ficha Limpa
 
Consulte antes de votar
 
 
Saiba Mais
 
Abaixo Assinado Eletrônico

 

OAB-SP - Abaixo Assinado Eletrônico
 
22.07.2010. Artigo: Destrinchando a Gordura Trans

 (*) Nicole Pontes

Sorocaba - Muito se fala sobre o excesso de gordura ingerido pela população, sobretudo a ingestão de um tipo de gordura: o tipo trans.

A gordura trans é uma gordura modificada industrialmente. Em alta pressão e temperatura, adiciona-se hidrogênio às moléculas de gordura, transformando-a em uma gordura mais consistente e mais durável, que no alimento traz várias vantagens, como: aumento da validade dos produtos, substitui óleos feitos com gordura animal (atendendo vegetarianos e outras culturas onde a gordura de porco não é permitida) e necessita menor refrigeração do produto.

Tal gordura também pode ser encontrada em pequenas quantidades naturalmente, no leite e carne de animais ruminantes, pois a flora intestinal desses animais hidrogena uma parte da gordura ingerida por eles.

A trans, segundo estudos recentes, é a gordura que mais contribui para a formação de placas nas artérias e para o aumento da pressão arterial e dos riscos de infarto ou derrames, pois aumenta o LDL (colesterol ruim) e ainda toma espaço do ômega 3 e do ômega 6 (gorduras vitais que não são produzidas pelo nosso organismo).

A Organização Mundial de Saúde recomenda que a ingestão de gordura trans não ultrapasse 1% do valor calórico da dieta (equivalente a 2g).

Por esse motivo, desde o dia 31 de julho de 2006, as empresas são obrigadas a discriminar a quantidade de trans nos rótulos dos alimentos. Com medo de perder consumidores, as indústrias usam uma brecha técnica para continuar a vender produtos com gordura trans e ao mesmo tempo utilizar selos e "splashes"(destaques) em embalagens declarando-os com "0% de gordura trans".

A brecha técnica funciona da seguinte maneira: se o produto contiver até 0,2g de gordura trans por porção, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) permite que a embalagem estampe a alegação "Não contém...", "Livre de...", "Zero..." ou "Isento de..."

Isso permite que o próprio fabricante escolha qual o tamanho de 1 porção de seu produto que fique abaixo de 0,2g. Um fabricante de biscoitos, por exemplo, pode imprimir em sua tabela nutricional que os valores de 1 porção equivalem a 1/2 biscoito, e assim induzir o consumidor a acreditar que esse produto não contém nenhuma gordura trans. Ou seja, se o consumidor comer 1 biscoito, já terá consumido mais de 0,2g de gordura trans.

Uma maneira segura de comprovar a adição de gordura trans é a leitura da lista de ingredientes do alimento. Se contiver gordura vegetal hidrogenada, ou gordura vegetal, certamente contém gordura trans.

A Anvisa não exige mais que os fabricantes grafem gordura vegetal hidrogenada por extenso nas embalagens, permitindo que ela seja indicada apenas como gordura vegetal. Então, outra maneira de verificar a presença de gordura trans é verificar a lista de ingredientes impressa nas outras línguas - se disponível.

A recomendação é que se consuma o mínimo possível de gordura trans, não existindo quantidade mínima recomenda por dia, qualquer quantidade por menor que seja, é prejudicial.

Nível de gordura trans em alguns produtos:

Produto.....................................Quantidade.........Gordura Trans

Biscoito água e sal............2 unidades (30g)...........1,0 g
Biscoito recheado..............2 unidades (30g)...........1,5 g
Biscoito tipo waffer.............4 unidades (30g)...........5,0 g
*Sorvete de creme..............1 casquinha (81g).........1,4 g

*com recheio de doce de leite coberto com chocolate ao leite

Alimentos ricos em gorduras trans:

• Alimentos fast-food
• Salgadinhos
• Batata frita e outras frituras
• Pratos congelados
• Massa folhada
• Margarina
• Biscoitos
• Sorvetes
• Bolos recheados prontos
• Cookies
• Chocolates em barra e bombons
• Pipoca de microondas
• Maionese
• Donuts
• Sopas e cremes industrializados

(*) Nicole A. A. M. Pontes é Nutricionista Clínica e Estética. Em Sorocaba, atende em seu consultório na R. Voluntários de Sorocaba, 70, Centro. Telefones: (15) 3224-3332 / 3231-6140 e (15) 9782-4104.

VIVAcidade - Copyright © 2004-2016 - Todos os direitos reservados | Aviso Legal
VIVACIDADE INTERNET E COMUNICAÇÃO LTDA.
Fale com o VIVAcidade: Clique Aqui

 

 

VIVAcidade Sorocaba
Tipo: Comunicação
Região: Além Linha-Trujillo
Local: Rua Ângelo Elias, 689
Ver mais no Guia VC

Leia Mais
Saiba Mais
Fórum de Debates
 
sociais.com
Conheça Votorantim

Galeria de Mapas
Comércio e Serviços
Rodovias de Acesso
Ruas e Avenidas
Regiões da Cidade
Região Central