"Confira no "Guia Visual" VIVAcidade os pontos de Sorocaba com acesso à internet gratuita. Clique em Pontos wi-fi - Equipe VIVAcidade"                          "Conheça o movimento dos principais pontos e vias da cidade através dos vídeos VIVAcidade, clique em Podcast-Vodcast no menu à esquerda - Equipe VIVAcidade"                          "Pense diferente..Pense na cidade..Pense VIVAcidade.."                          "Pedestre, evite atravessar a via fora da faixa de pedestres - Vivacidade Serviços"                          
» Ver outros textos sobre a cidade Ajuda ? 
Pesquisar no VIVAcidade
 
Clique aqui para ver mais uma imagem de Sorocaba >>>>>
 
 
Hospedagem em Sorocaba
 

Página Inicial

GUIA VISUAL DA CIDADE

 

» Regiões
» Vias
» Pontos
» Pontos wi-fi
» Bairros
» Radares
» Mapas
» Google Mapas
» Vídeos

GUIA COMÉRCIO SERVIÇOS

 

» Públicos
» Particulares
» 3º Setor
» Mapas

CLASSIFICADOS

 

» Imóveis

SOBRE A CIDADE

 

» Textos e Notícias
» Agenda de Eventos
» Fórum de Debates
» Cinema
» Áudios-Vídeos
» Livros
» Telefones Úteis
» Estatísticas
» Desenvolvimento
» Invista na Cidade
» Dados Históricos
» Região Administrativa
» In English

OUTRAS FERRAMENTAS

 

» Notícias 24 horas
» Rádio on line
» Busca no Site
» Busca CEP
» Dólar e Economia
» Previsão do Tempo
» Calendário

VIVACIDADE SITE-EMPRESA
 

» Quem Somos
» Propósitos
» Conceitos
» Perguntas - Usuários
» Perguntas - Anunciantes
» Fale Conosco
» Orkut
» Twitter
» Facebook
» Linkedin
» YouTube
» Depto. Comercial
» Depto. Jurídico

 
Campanhas de Cidadania
Comitê da Ficha Limpa em Sorocaba
 
Campanha Ficha Limpa
 
Consulte antes de votar
 
 
Saiba Mais
 
Abaixo Assinado Eletrônico

 

OAB-SP - Abaixo Assinado Eletrônico
 
14.08.2009. Sorocaba 355 anos – Crescimento Sustentável

 (*) Equipe VIVAcidade

O tema sustentabilidade é tão complexo como a História e o desenvolvimento de Sorocaba.

Para que possamos aprofundar-nos no tema, precisamos entender um pouco da História e da Geografia de Sorocaba.

O povoado de Sorocaba teve origem em 1654. Atualmente, Sorocaba tem como característica natural a vocação para o comércio e a indústria como contam as histórias das feiras de muares, da primeira fábrica de ferro Ipanema, da ferrovia, das indústrias de tecidos, do desmembramento de Votorantim, da criação da Zona Industrial e do primeiro shopping center do interior do Brasil até chegar aos dias atuais com o fortalecimento dos empreendimentos residenciais e comerciais que se espalham por toda a cidade e ultrapassam seus limites territoriais.

Pelo aspecto geográfico, o município de Sorocaba é logisticamente privilegiado dentro do Estado de São Paulo cuja economia e urbanização estão entre as maiores do país. Sorocaba situa-se a uma altitude de 601 metros, com área de 456 km², sendo 249,2 km² de área urbana e 206,8 km² de área rural. Sua população é estimada em 600 mil habitantes na sede. Outros milhares de habitantes estão em seus arredores.

Atualmente, a sustentabilidade é o objetivo de inúmeros setores de atividades sociais ou econômicas.

Mecanismos sustentáveis são amplamente utilizados pelo governo municipal através dos programas Território Jovem, Sorocaba Saudável, Sorocaba Educadora, Cidade Super-Limpa, Eco-Pontos, Ônibus da Mulher e Sorocaba Total.

Até mesmo os governos estadual e federal lançaram programas interessantes que podem ser qualificados como sustentáveis e que refletem diretamente na vida do cidadão como os programas Alimente-se bem por Um Real (governo estadual) e Fome Zero e Minha Casa, Minha vida (governo federal). Estes últimos soam de certo modo eleitoreiros para alguns.

Mas o que realmente pode ser considerado sustentável quando ouvimos as pessoas?

Nas últimas três eleições municipais do início do século 21 ficou claro que a população deu seu aval para a cidade continuar a sua expansão.

As propostas apresentadas e executadas pelos prefeitos nos últimos dez anos foram claramente focadas na expansão territorial urbana e na verticalização de suas edificações, principalmente nos corredores viários e no "centro expandido", como é o caso do Bairro Campolim (Zona Sul) com os devidos cuidados para a cidade não ficar caótica.

O reflexo de diversas melhorias pode ser observado através de investimentos na revitalização de praças, na criação de parques, projetos de corredores viários e importantes investimentos sociais como escolas, pronto atendimentos e postos de saúde. Tais investimentos já refletem no dia a dia de cada cidadão e, se preservados, sustentam a qualidade de vida sorocabana nos próximos anos.

Recentemente, a prefeitura municipal criou a Secretaria do Meio Ambiente que naturalmente se tornou necessária para que o foco dos investimentos nos setores ambientais não seja descaracterizado ao longo dos anos. A despoluição do Rio Sorocaba e a criação do parque linear que beira o mesmo são dois grandes exemplos de investimentos que necessitam de uma secretaria específica para que possam ser elementos sustentáveis por longos períodos.

Outro ponto importante quando tratamos de sustentabilidade, mas pouco utilizado, é o uso da malha cicloviária para o transporte de pessoas. Esta malha, a maior do país, foi criada pela atual administração, porém, longos caminhos deverão ser percorridos e explorados tanto pelo poder público como pela iniciativa privada para que a mesma seja realmente funcional. Sugestões como locação de bicicletas já foram abordadas, mas ainda não colocadas em prática.

A educação conscientizadora é fundamental e deve ser praticada pelos poderes públicos e pela iniciativa privada para que tudo que está sendo feito seja mantido pelas gerações futuras.

Talvez o mais importante investimento que garantirá a sustentabilidade do crescimento urbano seja a criação do Parque Tecnológico através de lei estadual. Tal parque ocupará uma gigantesca área às margens da Rodovia Castelo Branco e deverá obedecer a diversos critérios que envolvam compensações ambientais, criação de indústrias limpas, empresas de tecnologias e condomínios residenciais e comerciais. As empresas do Parque Tecnológico deverão sustentar a qualidade de vida da população e garantir receita tributária e empregabilidade para os próximos anos. O resultado da criação deste parque foi a vinda da Toyota Automóveis, empresa que será a âncora do projeto.

Em Sorocaba, as melhorias e sua sustentabilidade nunca foram tão perceptíveis como nos dias atuais.

Existe espaço para mudanças e outras melhorias?

A resposta para esta questão vai ao encontro dos pensamentos de cada cidadão esclarecido, seja ele habitante ou visitante da cidade. O princípio que norteia a sustentabilidade que é suprir as necessidades da geração presente sem afetar a habilidade das gerações futuras para suprir as suas (Relatório de Brundtland - 1987) deve ser vislumbrado e colocado em prática por todos os que, de alguma maneira, possam influenciar nas decisões que direcionem o crescimento e a governabilidade da cidade de Sorocaba.

A cidade pode perfeitamente ser pensada como uma semente que se transformará em uma planta que dará frutos para serem colhidos. Algumas decisões poderão dar ou não bons frutos. Para isso, é fundamental que a sociedade participe dos projetos que impactarão a cidade.

Algumas propostas apresentadas por cidadãos e líderes da cidade como projetos de novos aeroportos e trens ligando a cidade com a capital devem vir acompanhados de estudos de impacto ambiental e social, pois tais projetos, ao mesmo tempo em que trazem importantes benefícios como conforto, praticidade, geração de empregos e tributos, também abrem as portas para a super-população, aumento da criminalidade, etc.

O Rio Sorocaba novamente entra na pauta quando o tema é sustentabilidade. A criação do parque linear foi um importante passo dado pela atual administração, mas seu uso sustentável vai muito além de árvores, ciclovias e pistas de caminhada em seu entorno. O mesmo poderá proporcionar inclusive o aumento da oferta no abastecimento de água já nos próximos anos e ainda proporcionar lazer, fomentar o turismo através da criação de redes hoteleiras em suas margens e passeios ecológicos. O projeto do parque poderá ainda utilizar o espaço que seria reservado para a construção de uma avenida marginal direita, aumentando os espaços verdes de seu entorno e permitindo a criação de um transporte não poluente como o metrô de superfície.

Hoje em Sorocaba, é plenamente possível e viável imaginar-se voltando do trabalho de metrô de superfície, percorrendo a margem direita do rio de leste a oeste ao invés de pegar um pesado congestionamento na marginal esquerda do Rio Sorocaba. Ainda com todo o conforto e praticidade poder contemplar um belíssimo parque beirando o rio limpo e repleto de turistas com seus barcos praticando ecoturismo e caminhando pelos passeios ou pedalando pelas ciclovias.

Projetos importantes e sustentáveis feitos pelas iniciativas privada e pública, alguns através de parcerias, poderão ser amplamente discutidos e colocados em prática. Dentro deste conceito, administrações anteriores como a de Renato Amary, cuja população e diversos setores da sociedade puderam opinar, foram primordiais para os bons resultados que observamos no presente como foi o caso de ações de efeitos rápidos como a integração e cooperação das forças policiais que fizeram diminuir a criminalidade da cidade em poucos meses.

Ações conjuntas que envolvam os cidadãos e a atual administração como os projetos do novo aterro sanitário e os novos mecanismos de reciclagem trarão sustentabilidade em curto e longo prazo e, conseqüentemente, refletirão de maneira positiva no futuro.

Artigo elaborado com o apoio de Gregório Ivanoffdo (professor de Gestão do Conhecimento da Universidade de Sorocaba) e com a colaboração dos seguintes formadores de opinião:

Cristina Tostes (administradora e aluna do M.B.A de G.E.N da Uniso)
Danielle Brazão (administradora e aluna do M.B.A de G.E.N da Uniso)
João Paulo de Lima (eletricitário graduado e Engo. Elétrico. Escolas Internacionais e Técnico em Teologia)
Luis Renato Cruz Vieira de Andrade (administrador em Comércio Exterior, empresário e comunicador pós-graduado pela ECA-USP)
Sílvio Vieira de Andrade Filho (professor, historiador e lingüísta com Mestrado na PUC-SP e Doutorado na USP)
Suzely Jardim (pedagoga e empresária com M.B.A Executivo pela F.G.V)
Robson Paulo de Lima (contabilista, empresário e aluno do M.B.A. de G.E.N da Uniso)

(*) Equipe VIVAcidade - 14.08.2009

VIVAcidade - Copyright © 2004-2016 - Todos os direitos reservados | Aviso Legal
VIVACIDADE INTERNET E COMUNICAÇÃO LTDA.
Fale com o VIVAcidade: Clique Aqui

 

 

VIVAcidade Sorocaba
Tipo: Comunicação
Região: Além Linha-Trujillo
Local: Rua Ângelo Elias, 689
Ver mais no Guia VC

Leia Mais
Saiba Mais
Fórum de Debates
 
sociais.com
Conheça Votorantim

Galeria de Mapas
Comércio e Serviços
Rodovias de Acesso
Ruas e Avenidas
Regiões da Cidade
Região Central