"VIVAcidade - contribuindo com a sociedade"                          "VIVAcidade - o moderno e o concreto em harmonia"                          "VIVAcidade - sinta a cidade"                          "VIVAcidade - o mundo é de quem o transforma"                          
» Ver outros textos sobre a cidade Ajuda ? 
Pesquisar no VIVAcidade
 
Clique aqui para ver mais uma imagem de Sorocaba >>>>>
 
 
Hospedagem em Sorocaba
 

Página Inicial

GUIA VISUAL DA CIDADE

 

» Regiões
» Vias
» Pontos
» Pontos wi-fi
» Bairros
» Radares
» Mapas
» Google Mapas
» Vídeos

GUIA COMÉRCIO SERVIÇOS

 

» Públicos
» Particulares
» 3º Setor
» Mapas

CLASSIFICADOS

 

» Imóveis

SOBRE A CIDADE

 

» Textos e Notícias
» Agenda de Eventos
» Fórum de Debates
» Cinema
» Áudios-Vídeos
» Livros
» Telefones Úteis
» Estatísticas
» Desenvolvimento
» Invista na Cidade
» Dados Históricos
» Região Administrativa
» In English

OUTRAS FERRAMENTAS

 

» Notícias 24 horas
» Rádio on line
» Busca no Site
» Busca CEP
» Dólar e Economia
» Previsão do Tempo
» Calendário

VIVACIDADE SITE-EMPRESA
 

» Quem Somos
» Propósitos
» Conceitos
» Perguntas - Usuários
» Perguntas - Anunciantes
» Fale Conosco
» Orkut
» Twitter
» Facebook
» Linkedin
» YouTube
» Depto. Comercial
» Depto. Jurídico

 
Campanhas de Cidadania
Comitê da Ficha Limpa em Sorocaba
 
Campanha Ficha Limpa
 
Consulte antes de votar
 
 
Saiba Mais
 
Abaixo Assinado Eletrônico

 

OAB-SP - Abaixo Assinado Eletrônico
 
27.07.2009. Sorocaba entra na era da TV digital

 (*) Equipe VIVAcidade

Sorocaba - Será inaugurada hoje às 19h a primeira transmissão digital de um programa de televisão em Sorocaba. A TV TEM, afiliada à Rede Globo, será a primeira emissora a operar com o sistema na cidade. A TV Sorocaba, afiliada ao SBT, iniciará sua transmissão digital a partir de novembro deste ano.

Sorocaba é a 22ª cidade brasileira a adotar o sistema digital de TV aberta e entra na lista das cidades pioneiras neste tipo de transmissão. Este fato deixa Sorocaba na frente de diversas capitais brasileiras.

O prazo para a implantação da TV aberta digital em todo país dado pelo governo é de 10 anos.

Sinal Digital x Sinal Analógico

O Sinal analógico (VHF e UHF) é o utilizado hoje em dia para as TVs abertas com uso de antena comum e televisões a cabo e é transmitido por ondas eletromagnéticas. As imagens no sinal analógico, por mais perfeitas que sejam, têm chuviscos em maior ou menor grau. Quando aparecem chuviscos intensos em preto e branco, é sinal de que não existe transmissão analógica no local da instalação da antena. Em alguns locais, tal sinal só chega por antenas parabólicas.

O sinal digital também é transmitido por ondas eletromagnéticas, porém, a imagem viaja dentro de "pacotes binários blindados" (código de computador) que são descompactados assim que chegam ao decodificador de um aparelho Set-Top-Box ou de uma televisão digital preparada. Tais sinais, quando descompactados, farão a imagem e o som aparecerem. Tudo acontece em fração de segundos. TVs por assinatura via satélite já transmitem sinal digital, porém, com resolução inferior à de um DVD ou à de uma TV aberta com sinal digital. Na TV digital, não existem chuviscos, mas, quando não há sinal no local da antena, não aparecerá nenhuma imagem ou chuvisco e a tela da TV ficará escura ou azul.

A Resolução da Imagem

As imagens de TV digital são bem superiores às analógicas por não terem interferências e por terem maior quantidade de pixels (pontos) por polegada. As chamadas linhas de resolução dos antigos aparelhos são de 480 a 525 linhas de pixels horizontais.

As resoluções para os aparelhos preparados para a transmissão do sinal digital são de 720p (linhas progressivas) ou 1080i (linhas entrelaçadas), das chamadas HDTV Ready ou 1080p (linhas progressivas) das chamadas Full HD. Na prática o sinal de transmissão de TV digital brasileiro será como de um DVD utilizando o sistema de vídeo componente (720p). Somente algumas transmissões nos Estados Unidos e Japão utilizam o formado 1080p.

A Qualidade do Som

As transmissões convencionais têm na maioria áudio analógico do tipo mono canal, ou seja, um único canal transmite a mesma seqüencia de ruídos sonoros. Alguns canais de TV a cabo podem transmitir o som em sinal estéreo, com dois canais independentes (esquerdo e direito) do alto-falante que conseguem transmitir mais sons com melhor fidelidade. O áudio estéreo permite, por exemplo, distinguir sons de uma orquestra através dos ouvidos.

Nas transmissões digitais, será possível ouvir o sistema 5.1 de som através de televisores apropriados ou o uso de aparelhos "home theater". Este sistema utiliza cinco canais de som independentes, sendo dois alto-falantes estéreos (melhor fidelidade), dois alto-falantes sonrounds (sons de fundo e ecos) e um alto-falante central (graves e impactos).

Os aparelhos de TV

Atualmente, poucos aparelhos de televisão, mesmo os preparados para o sinal digital, vêm com o conversor "set-top-box" embutido. Este fato deve-se à indefinição de um padrão universal. O usuário que optar pelo sistema de televisão digital, deverá adquirir antena e conversor. Essa situação lembrará o período da década de 80 quando eram necessários aparelhos conversores dos sinais VHF e UHF.

Os custos da antena e do aparelho conversor de sinal digital variam de R$ 300,00 a R$ 600,00. Os aparelhos de TV deverão ter o conector HDMI para que o sinal entre com qualidade máxima. Televisões mais antigas, mesmo utilizando o conversor, não terão capacidade para transmitir a imagem com a resolução máxima do sistema, mas, a imagem não terá chuviscos e será semelhante à dos antigos vídeo-cassetes.

Padrão de Tela

Nas televisões convencionais, a tela tem o formato de quatro partes horizontais por três verticais. Nas televisões digitais, o formato é de dezesseis partes horizontais por nove verticais. Este formato chamado de "wide screen" é o mesmo utilizado em boa parte dos filmes de cinema onde a área horizontal permite visualizar melhor o cenário da ação.

Televisores com tela 4 por 3 apresentam faixas pretas nos cantos superiores e inferiores quando transmitem um programa no formato 16 por 9. Televisores com tela 16 por 9 apresentam faixas pretas nos cantos esquerdo e direito quando transmitem no formato 4 por 3.

Via de dados

Para entender melhor o sistema de TV digital, podemos comparar o sistema como o tráfego de uma rodovia. No sistema analógico, a rodovia seria de mão simples. No sistema aberto digital, a rodovia seria de quatro pistas. Na prática, um único canal de televisão poderá ter até quatro canais simultâneos ou utilizar cada via ou canal para melhorar sua imagem e som. Filmes em alta definição de imagem e som deverão utilizar as 4 vias. Programas interativos poderão utilizar duas, três ou quatro vias.

Interatividade

As televisões analógicas atuais não possuem interatividade. Os recursos mais avançados que possuem são as teclas SAP (áudio original) e "closed caption" (legenda de textos), recursos disponíveis em alguns canais ou programas específicos.

Futuramente, os televisores digitais poderão ter maior interatividade entre o tele-expectador e o canal de TV, de maneira semelhante à internet. O usuário poderá, por exemplo, visualizar um acessório (brinco, pulseira) de uma atriz de novela, clicar em cima e comprar o acessório diretamente do canal de TV. Tal tecnologia, ainda não disponível ao público, será possível através de futuros modelos de conversores, de aparelhos "set-top-box" e de "softwares" inteligentes.

Mobilidade

Aparelhos móveis de TV, Boaxings (MPs) e aparehos celulares desde que adaptados ao sistema poderão sintonizar canais digitais dentro da área de transmissão.

(*) Equipe VIVAcidade - 27.07.2009

VIVAcidade - Copyright © 2004-2016 - Todos os direitos reservados | Aviso Legal
VIVACIDADE INTERNET E COMUNICAÇÃO LTDA.
Fale com o VIVAcidade: Clique Aqui

 

 

VIVAcidade Sorocaba
Tipo: Comunicação
Região: Além Linha-Trujillo
Local: Rua Ângelo Elias, 689
Ver mais no Guia VC

Leia Mais
Saiba Mais
Fórum de Debates
 
sociais.com
Conheça Votorantim

Galeria de Mapas
Comércio e Serviços
Rodovias de Acesso
Ruas e Avenidas
Regiões da Cidade
Região Central