"VIVAcidade - o ponto de vista do cidadão"                          "VIVAcidade - a sua vida acontece na cidade, a sua cidade acontece aqui"                          "VIVAcidade - todas as vidas no coração da cidade"                          "VIVAcidade - todo o dinamismo da sua cidade na Internet"                          
» Ver outros textos sobre a cidade Ajuda ? 
Pesquisar no VIVAcidade
 
Clique aqui para ver mais uma imagem de Sorocaba >>>>>
 
 
Hospedagem em Sorocaba
 

Página Inicial

GUIA VISUAL DA CIDADE

 

» Regiões
» Vias
» Pontos
» Pontos wi-fi
» Bairros
» Radares
» Mapas
» Google Mapas
» Vídeos

GUIA COMÉRCIO SERVIÇOS

 

» Públicos
» Particulares
» 3º Setor
» Mapas

CLASSIFICADOS

 

» Imóveis

SOBRE A CIDADE

 

» Textos e Notícias
» Agenda de Eventos
» Fórum de Debates
» Cinema
» Áudios-Vídeos
» Livros
» Telefones Úteis
» Estatísticas
» Desenvolvimento
» Invista na Cidade
» Dados Históricos
» Região Administrativa
» In English

OUTRAS FERRAMENTAS

 

» Notícias 24 horas
» Rádio on line
» Busca no Site
» Busca CEP
» Dólar e Economia
» Previsão do Tempo
» Calendário

VIVACIDADE SITE-EMPRESA
 

» Quem Somos
» Propósitos
» Conceitos
» Perguntas - Usuários
» Perguntas - Anunciantes
» Fale Conosco
» Orkut
» Twitter
» Facebook
» Linkedin
» YouTube
» Depto. Comercial
» Depto. Jurídico

 
Campanhas de Cidadania
Comitê da Ficha Limpa em Sorocaba
 
Campanha Ficha Limpa
 
Consulte antes de votar
 
 
Saiba Mais
 
Abaixo Assinado Eletrônico

 

OAB-SP - Abaixo Assinado Eletrônico
 
16.05.2009. Mobilidade justa e responsável

 (*) Lincoln Paiva

Muito se discute a respeito dos problemas da poluição e do trânsito em grandes cidades como São Paulo, com 11 milhões de habitantes e cerca de seis milhões de automóveis, de acordo com o Detran-SP. O cenário é típico: enquanto algumas pessoas se deslocam de ônibus, metrô e outros meios alternativos, outras tantas utilizam o carro para se locomover de forma individual. Cada carro, no entanto, ocupa cerca de 10 m2 de área para acomodar-se num estacionamento. Imagine essa equação para caber os seis milhões de carros!

Se seguirmos a lógica de alguns especialistas, que defendem que a economia mundial tende a dobrar de tamanho a cada 14 anos, no futuro haverá mais carros circulando nas cidades à medida que cresce o ritmo da produção e o poder aquisitivo da população. A capital paulista, em pouco tempo, entrará em colapso por falta de espaço para circulação de pessoas, isso se continuarmos optando pelo deslocamento individual.

Uma das soluções para esse cenário caótico é a adoção de medidas que proporcionem a mudança de hábito na maneira como nos deslocamos pela cidade. É importante ter consciência de que o carro sozinho não é o vilão, mas a forma como é utilizado é que o transforma como tal.

Fatores como falta de segurança e a má qualidade do transporte público são empecilhos para a maior parte dos motoristas, que se recusam a abrir mão do conforto do carro. Mesmo assim, cabe a cada um de nós fazer a opção por uma mobilidade socialmente justa, e uma atitude ambientalmente mais responsável.

A prefeitura de São Paulo aprovou recentemente um projeto para mitigação de gases de efeito estufa que incorpora algumas ações de restrição de automóveis tais como a proibição da circulação de carros em determinados locais e horários, e construção de pistas exclusivas para caronistas, mas ainda sem prazo para execução. Entretanto, nada funcionará sem a conscientização e o engajamento da população nestas ações.

As empresas deveriam ser encorajadas pelos governos a desenvolverem planos de mobilidade para seus colaboradores, e assim atenuar os congestionamentos em horários de pico. Sem benefícios e encorajamento das empresas privadas no processo de motivação de seus colaboradores será muito difícil alguma coisa acontecer.

Este ano, o Banco Mundial apoiou uma pesquisa sobre as emissões de GEE (Gases de Efeito Estufa) na América Latina, e pela primeira vez abordou a questão dos transportes destacando o crescimento exagerado dos deslocamentos individuais por meio de automóveis, em cidades como São Paulo. O relatório aponta que para atingir as metas de redução de CO2 até 2020 será necessário que os países em desenvolvimento participem com propostas para mitigação de GEE, que até então não estava previsto no protocolo de Kyoto. Os países que não seguirem as metas estabelecidas poderão sofrer barreiras para exportação de produtos ou para conseguir financiamentos de infraestrutura pelo Banco Mundial.

É importante saber que pagamos um custo altíssimo pela falta de engajamento em projetos de mobilidade sustentável. A cidade de São Paulo gasta, por ano, 208 milhões de dólares com os efeitos da poluição atmosférica, segundo um estudo de Harvard, que também mostra que quem vive em cidades poluídas tem a vida abreviada em 2,5 anos. Os custos indiretos da poluição, trânsito, doenças e faltas no trabalho afetam a produção e, com isso, também reduz arrecadação de impostos. A poluição gerada pelo trânsito, entretanto, não é boa pra ninguém.

(*) Lincoln Paiva é formado em Comunicação Social, sócio da Believe Comunicação Viva e idealizador do projeto MelhorAr de Mobilidade Sustentável. Artigo publicado no site Pauta Social.

VIVAcidade - Copyright © 2004-2016 - Todos os direitos reservados | Aviso Legal
VIVACIDADE INTERNET E COMUNICAÇÃO LTDA.
Fale com o VIVAcidade: Clique Aqui

 

 

VIVAcidade Sorocaba
Tipo: Comunicação
Região: Além Linha-Trujillo
Local: Rua Ângelo Elias, 689
Ver mais no Guia VC

Leia Mais
Saiba Mais
Fórum de Debates
 
sociais.com
Conheça Votorantim

Galeria de Mapas
Comércio e Serviços
Rodovias de Acesso
Ruas e Avenidas
Regiões da Cidade
Região Central