"VIVAcidade - Sorocaba mais perto de todas as pessoas do mundo"                          "Divulgação na internet: a melhor maneira de relacionamento com o cliente - Equipe VIVAcidade"                          "VIVAcidade - veja a cidade"                          "Para encontrar os serviços próximos aos pontos turísticos ou de referência, clique ao lado da foto no box "Guia de Serviços" - Equipe VIVAcidade"                          
» Ver outros textos sobre a cidade Ajuda ? 
Pesquisar no VIVAcidade
 
Clique aqui para ver mais uma imagem de Sorocaba >>>>>
 
 
Hospedagem em Sorocaba
 

Página Inicial

GUIA VISUAL DA CIDADE

 

» Regiões
» Vias
» Pontos
» Pontos wi-fi
» Bairros
» Radares
» Mapas
» Google Mapas
» Vídeos

GUIA COMÉRCIO SERVIÇOS

 

» Públicos
» Particulares
» 3º Setor
» Mapas

CLASSIFICADOS

 

» Imóveis

SOBRE A CIDADE

 

» Textos e Notícias
» Agenda de Eventos
» Fórum de Debates
» Cinema
» Áudios-Vídeos
» Livros
» Telefones Úteis
» Estatísticas
» Desenvolvimento
» Invista na Cidade
» Dados Históricos
» Região Administrativa
» In English

OUTRAS FERRAMENTAS

 

» Notícias 24 horas
» Rádio on line
» Busca no Site
» Busca CEP
» Dólar e Economia
» Previsão do Tempo
» Calendário

VIVACIDADE SITE-EMPRESA
 

» Quem Somos
» Propósitos
» Conceitos
» Perguntas - Usuários
» Perguntas - Anunciantes
» Fale Conosco
» Orkut
» Twitter
» Facebook
» Linkedin
» YouTube
» Depto. Comercial
» Depto. Jurídico

 
Campanhas de Cidadania
Comitê da Ficha Limpa em Sorocaba
 
Campanha Ficha Limpa
 
Consulte antes de votar
 
 
Saiba Mais
 
Abaixo Assinado Eletrônico

 

OAB-SP - Abaixo Assinado Eletrônico
 
01.04.2009. Diretores condenam diploma de jornalismo

 (*) Agência de Notícias

Diretores de redação condenam diploma, mas se dividem quanto à Lei de Imprensa

Ricardo Gandour, Rodolfo Fernandes e Mariza Tavares, diretores de redação do Estado de S. Paulo, O Globo e Rádio CBN, respectivamente, se manifestam contra a obrigatoriedade do diploma, embora se dividam em relação à Lei de Imprensa. As duas questões estarão na pauta do Supremo Tribunal Federal (STF) nesta quarta-feira (01/04).

"Minha expectativa é de que o STF confirme a liminar, mas não anule totalmente a Lei de Imprensa. Sua modernização deve ficar a cargo do Congresso, onde poderá ser objeto de um debate mais profundo”, opinou Mariza.

Para ela, a exigência do diploma ajudou a elevar o padrão da profissão, mas a especialização do exercício de jornalismo chegou a um ponto que a regra deve ser revista. "A imprensa e o público precisam de profissionais de formação sólida e esta pode ser adquirida em diversos cursos superiores, e não apenas no de jornalismo".

Gandour se diz contra a obrigatoriedade do diploma, mas a favor da existência do curso de Jornalismo. "Eu acho que o curso de jornalismo tem que se aprimorar, e ganhar flexibilidade para poder ser uma especialização para graduados em várias áreas".

Quanto à Lei de Imprensa, ele acredita que deva haver "uma lei mínima, que normatize algumas questões que, se não forem normatizadas, geram excessos, como as indenizações milionárias que são cobradas. Acho que a lei vigente é do regime autoritário, não faz nenhum sentido. Acho essencial que tenha uma lei que proteja a imprensa contra abusos, como a orquestração de ações. A imprensa é algo que deve ser protegido, no sentido mais nobre do termo. A atividade jornalística interessa a sociedade, interessa a democracia. A imprensa livre e de qualidade é fundamental para a democracia brasileira".

Já Fernandes é contra a existência de uma Lei de Imprensa. "Não existe a lei do advogado, não existe a lei da sociologia, não existe a lei da medicina, que exija que esses profissionais sejam julgados por uma lei específica. A gente fez uma análise em todas as leis de imprensa da história do Brasil e todas elas foram feitas para cercear o trabalho da imprensa. Não adianta dizer que vamos acabar com essa e vamos fazer uma nova, porque não há a menor dúvida de que a nova legislação será feita para cercear o trabalho da imprensa".

Ele deixa claro que defende profissionais qualificados, o que não significa que seja a favor do diploma. "Tudo que só existe no Brasil e não é jabuticaba, não pode ser tão bom assim. Você estuda todos os países, as legislações trabalhistas, só no Brasil você consegue ver essa obrigatoriedade da exigência de um diploma. Claro que eu defendo profissionais cada vez mais qualificados, mas não entendo por que um profissional de Economia, ou de Direito, não possa fazer até mesmo um estágio que todas as empresas oferecem, e não possa exercer a atividade jornalística".

(*) Comunique-se

VIVAcidade - Copyright © 2004-2016 - Todos os direitos reservados | Aviso Legal
VIVACIDADE INTERNET E COMUNICAÇÃO LTDA.
Fale com o VIVAcidade: Clique Aqui

 

 

VIVAcidade Sorocaba
Tipo: Comunicação
Região: Além Linha-Trujillo
Local: Rua Ângelo Elias, 689
Ver mais no Guia VC

Leia Mais
Saiba Mais
Fórum de Debates
 
sociais.com
Conheça Votorantim

Galeria de Mapas
Comércio e Serviços
Rodovias de Acesso
Ruas e Avenidas
Regiões da Cidade
Região Central