"VIVAcidade - todas as artes no coração da cidade"                          "VIVAcidade - a internet conectada com a cidade"                          "VIVAcidade - atraindo novos investimentos para a cidade"                          "VIVAcidade - a gente curte a cidade o tempo todo"                          
» Ver outros textos sobre a cidade Ajuda ? 
Pesquisar no VIVAcidade
 
Clique aqui para ver mais uma imagem de Sorocaba >>>>>
 
 
Hospedagem em Sorocaba
 

Página Inicial

GUIA VISUAL DA CIDADE

 

» Regiões
» Vias
» Pontos
» Pontos wi-fi
» Bairros
» Radares
» Mapas
» Google Mapas
» Vídeos

GUIA COMÉRCIO SERVIÇOS

 

» Públicos
» Particulares
» 3º Setor
» Mapas

CLASSIFICADOS

 

» Imóveis

SOBRE A CIDADE

 

» Textos e Notícias
» Agenda de Eventos
» Fórum de Debates
» Cinema
» Áudios-Vídeos
» Livros
» Telefones Úteis
» Estatísticas
» Desenvolvimento
» Invista na Cidade
» Dados Históricos
» Região Administrativa
» In English

OUTRAS FERRAMENTAS

 

» Notícias 24 horas
» Rádio on line
» Busca no Site
» Busca CEP
» Dólar e Economia
» Previsão do Tempo
» Calendário

VIVACIDADE SITE-EMPRESA
 

» Quem Somos
» Propósitos
» Conceitos
» Perguntas - Usuários
» Perguntas - Anunciantes
» Fale Conosco
» Orkut
» Twitter
» Facebook
» Linkedin
» YouTube
» Depto. Comercial
» Depto. Jurídico

 
Campanhas de Cidadania
Comitê da Ficha Limpa em Sorocaba
 
Campanha Ficha Limpa
 
Consulte antes de votar
 
 
Saiba Mais
 
Abaixo Assinado Eletrônico

 

OAB-SP - Abaixo Assinado Eletrônico
 
25.03.2009. Sorocaba usa motoboy no combate à dengue

 (*) Assessoria de Comunicação

O motoboy é responsável por transportar as amostras de sangue e agilizar a realização de exames de dengue em Sorocaba. Várias ações foram implantadas e estão sendo intensificadas para tentar evitar uma epidemia de dengue na cidade, mas o principal desafio continua sendo convencer a população a colaborar.

No trabalho de rua, os agentes verificam que muitos sorocabanos sabem como combater o mosquito Aedes aegypti, mas ainda não se sentiram motivados a colocar em prática este conhecimento.

Na luta contra a dengue até motoboy faz parte da equipe envolvida com as ações de prevenção e controle da doença em Sorocaba. Desde dezembro do ano passado, todas as atividades de rotina realizadas pela Secretaria da Saúde, por meio da Seção de Zoonoses e pela Vigilância Epidemiológica, têm sido intensificadas e novas medidas estão sendo implantadas com o objetivo de tentar evitar uma epidemia de dengue na cidade. Esta estratégia está sendo adotada tendo em vista o alerta de risco de epidemia, com casos graves e aumento das mortes por dengue em todo o Brasil e emitido pelo Ministério da Saúde.

Desde o início do ano, Sorocaba teve dois casos confirmados de dengue, ambos importados. Um dos casos foi contraído na cidade de Barreiros, na Bahia, Estado que enfrenta surto de dengue. A outra confirmação foi de um paciente que visitou a cidade de Corumbá, no Mato Grosso do Sul. Os dois casos tiveram operações de bloqueio realizadas pelos técnicos da Seção de Zoonoses e pela Vigilância Epidemiológica. Essa ação consiste em trabalho reforçado em um raio de 200 metros da residência do paciente, com remoção de criadouros, desinsetização (quando tecnicamente indicado) e orientação dos moradores.

"Graças a esta ação intensificada, temos conseguido evitar que um caso importado acabe gerando casos locais (autóctones). Mas isso só é possível quando o paciente com sintomas procura uma unidade de saúde e o caso é notificado como suspeita de dengue. Quem viajou para regiões onde há casos de dengue, também deve comunicar o médico", explicou o secretário da Saúde, Milton Palma.

A dengue é uma doença de notificação compulsória (obrigatória) na rede pública e também na rede privada. Desde o início do ano, até esta segunda-feira (23) Sorocaba registrou 443 casos suspeitos de dengue e 425 foram descartados. Além dos dois casos importados confirmados, há 16 casos suspeitos aguardando resultado. No ano passado, de janeiro a março, foram notificados 357 suspeitos, 340 haviam sido descartados e 17 foram confirmados, sendo 3 autóctones e 14 importados.

Ações intensificadas

O motoboy é responsável por transportar as amostras de sangue e agilizar a realização de exames de dengue. Desde fevereiro, a Prefeitura de Sorocaba é uma das primeiras cidades do Brasil a utilizar o kit de exames chamado "NS1", que possibilita resultados mais rápidos dos testes.

"Enquanto o outro topo de exame só pode ser realizado a partir do sétimo dia de sintomas, o NS1 pode ser feito a partir do primeiro dia de manifestação. O motoboy recolhe as amostras nas unidades de saúde e entrega no Laboratório Municipal de Análises Clínicas (Lamac)", explica a enfermeira da Vigilância Epidemiológica, Solange Maria Leite Ismerin.

Este ano, a Prefeitura também aumentou o número de agentes nas ruas. Em dezembro eram 55, atualmente são 89 e há outros 11 em processo de admissão. O prefeito Vitor Lippi também autorizou a criação de mais dez cargos e o projeto de lei será encaminhado à Câmara para aprovação. A medida que foram assumindo os cargos, os novos agentes nomeados foram sendo treinados e reforçaram as equipes de rua.

"Além das ações de bloqueio, mantemos uma rotina de visitas de casa em casa, às oficinas e ferros velhos, que chamamos de pontos estratégicos e também aos imóveis especiais, que são centros de saúde, hospitais, terminais de ônibus, shoppings e outros locais com grande circulação de pessoas", destaca Nila Púglia, chefe da Zoonoses.

Há ainda um trabalho especialmente voltado às escolas. Todas as unidades de ensino municipais e estaduais foram vistoriadas. Nas escolas estaduais, em uma parceria com a Diretoria Regional de Ensino e a Superintendência de Controle de Endemias (Sucen), 89 funcionários foram capacitados pela Zoonoses para atuarem como responsáveis pelo monitoramento desses imóveis e multiplicação de informações sobre prevenção entre os demais funcionários.

Entre as ações implantadas este ano, está ainda o treinamento para cerca de 1.300 profissionais da saúde da rede municipal. O cronograma do curso foi concluído no início do mês, em todas as unidades de saúde e envolvendo chefias e supervisores, médicos, enfermeiros, auxiliares, dentistas, coordenadores e recepcionistas. Também houve treinamento para os 18 hospitais e 6 laboratórios de análises clínicas da cidade, sobre o plano de contingência, protocolos e condutas para casos suspeitos e atendimento de pacientes com dengue.

Apelo à população

Apesar de todos os esforços da administração municipal para manter a dengue sob controle, o principal desafio continua sendo convencer a população a colaborar. No trabalho de rua, os agentes verificam que muitos sorocabanos sabem como combater o mosquito Aedes aegypti, mas ainda não se sentiram motivados a colocar em prática este conhecimento.

O secretário da Saúde, Milton Palma, apela para que as pessoas se conscientizem e adotem as medidas preventivas. "Estamos investindo e aprimorando cada vez mais nosso trabalho de prevenção à dengue, mas sem a ajuda da população, esse esforço será em vão", alerta Palma. Conforme o secretário, uma única casa sem cuidados podem colocar em risco um bairro inteiro, por isso, cada cidadão deve ser vigilante. "Também precisamos que as comunidades se organizem e colaborem eliminando todo tipo de objeto que pode acumular água e servir de criadouro para o mosquito transmissor".

(*) Prefeitura de Sorocaba

VIVAcidade - Copyright © 2004-2016 - Todos os direitos reservados | Aviso Legal
VIVACIDADE INTERNET E COMUNICAÇÃO LTDA.
Fale com o VIVAcidade: Clique Aqui

 

 

VIVAcidade Sorocaba
Tipo: Comunicação
Região: Além Linha-Trujillo
Local: Rua Ângelo Elias, 689
Ver mais no Guia VC

Leia Mais
Saiba Mais
Fórum de Debates
 
sociais.com
Conheça Votorantim

Galeria de Mapas
Comércio e Serviços
Rodovias de Acesso
Ruas e Avenidas
Regiões da Cidade
Região Central