"VIVAcidade - muito mais que cultura"                          "Participe do VIVAcidade Sorocaba. Envie o seu texto sobre a cidade de Sorocaba através de nossos emails - Equipe VIVAcidade"                          "VIVAcidade - a sua vida acontece na cidade, a sua cidade acontece aqui"                          "VIVAcidade - eficiência na divulgação de comércio e serviços da cidade"                          
» Ver outros textos sobre a cidade Ajuda ? 
Pesquisar no VIVAcidade
 
Clique aqui para ver mais uma imagem de Sorocaba >>>>>
 
 
Hospedagem em Sorocaba
 

Página Inicial

GUIA VISUAL DA CIDADE

 

» Regiões
» Vias
» Pontos
» Pontos wi-fi
» Bairros
» Radares
» Mapas
» Google Mapas
» Vídeos

GUIA COMÉRCIO SERVIÇOS

 

» Públicos
» Particulares
» 3º Setor
» Mapas

CLASSIFICADOS

 

» Imóveis

SOBRE A CIDADE

 

» Textos e Notícias
» Agenda de Eventos
» Fórum de Debates
» Cinema
» Áudios-Vídeos
» Livros
» Telefones Úteis
» Estatísticas
» Desenvolvimento
» Invista na Cidade
» Dados Históricos
» Região Administrativa
» In English

OUTRAS FERRAMENTAS

 

» Notícias 24 horas
» Rádio on line
» Busca no Site
» Busca CEP
» Dólar e Economia
» Previsão do Tempo
» Calendário

VIVACIDADE SITE-EMPRESA
 

» Quem Somos
» Propósitos
» Conceitos
» Perguntas - Usuários
» Perguntas - Anunciantes
» Fale Conosco
» Orkut
» Twitter
» Facebook
» Linkedin
» YouTube
» Depto. Comercial
» Depto. Jurídico

 
Campanhas de Cidadania
Comitê da Ficha Limpa em Sorocaba
 
Campanha Ficha Limpa
 
Consulte antes de votar
 
 
Saiba Mais
 
Abaixo Assinado Eletrônico

 

OAB-SP - Abaixo Assinado Eletrônico
 
21.10.2008. "Onda Lindemberg" contagia a imprensa

 (*) Luís Renato Cruz Vieira de Andrade

No caso da menina Isabella, no qual a mesma foi morta após ter sido jogada da janela de um prédio em São Paulo, a imprensa perdurou por vários dias na cobertura do evento e, com razão, foi criticada por explorar tudo o que podia, ficando evidente a busca pela audiência com o uso persuasivo da emoção. Nos dias sub-seqüentes, eram noticiados casos parecidos de crianças atiradas pelas janelas.

O mesmo comportamento da imprensa pôde ser observado no caso de uma menina torturada pela madrasta em Goiânia e em casos de pedofilia. O mesmo acontece quando, por exemplo, a queda de um avião vira notícia. De repente, começam a cair aviões por todos os lados e até teco-teco que cai em sítio vira notícia.

Isto ocorre porque a imprensa usa o mecanismo da lembrança recente do telespectador. Como o assunto está em voga, casos similares entram na pauta e também começam a ser interessantes para a audiência. A mídia percebe quando o público gosta do assunto e oferece ao mesmo casos parecidos. Perceba que um único caso policial é capaz de deflagrar vários outros similares que são trabalhados e amplificados pela imprensa.

O caso Lindemberg, com certeza, não era o único caso de seqüestro que estava ocorrendo naquele momento. Mas um órgão de imprensa o escolheu para noticiá-lo. Por contaminação, minutos depois, outras mídias com o mesmo interesse também o noticiaram, gerando uma bola de neve de audiência.

Assim, o instigante caso Isabella ficou para escanteio. Agora, a onda na imprensa é o caso Lindemberg, o garoto que seqüestrou a ex-namorada e a matou num apartamento em Santo André, na Grande São Paulo.

O caso Lindemberg foi mais um "circão" em que a imprensa estava lá com toda sua pompa de seriedade aparente, afirmando fazer jornalismo, mas um jornalismo que explora, pois fica muito tempo causando frisson no telespectador, aumentando o clima de terror e de insegurança, podendo até mesmo atrapalhar os trabalhos dos policiais.

Inclusive, neste caso, se havia energia elétrica no apartamento, o assassino bem poderia estar vendo pela televisão detalhes de toda a movimentação dos policiais que estavam do lado de fora.

Para um público mais esclarecido que condena o sensacionalismo evidente, a imprensa oferece especialistas e peritos de renomadas universidades para comentar o caso. Até artistas são chamados para comentar. Por exemplo, quem é fã do Roberto Carlos poderá se sentir melhor após uma declaração dele. Assim, não importa o grau de instrução que tenha o telespectador, a imprensa procura aproveitar o caso para satisfazer todos os públicos que, de certa maneira, sentem-se envolvidos emocionalmente após terem recebido uma alta carga de informação através das mídias.

Seguindo a lógica previsível do sensacionalismo emocional, a imprensa, nos próximos dias, vai fazer chorar todos os pacientes que receberam os órgãos doados pela menina assassinada.

Em Sorocaba, na região de Brigadeiro Tobias, no último domingo, um rapaz também assassinou a ex-namorada - tomara não tenha ele se inspirado em Lindemberg. A mesma história: a namorada não aceitou reconciliação, o rapaz foi à casa dela e a matou. Isto prova que casos similares entraram na pauta da imprensa local. Assim, em cada cidade, algum órgão de imprensa deverá trazer algum caso parecido, aproveitando a “onda Lindemberg”.

(*) Luís Renato Cruz Vieira de Andrade é sócio-diretor do site VIVAcidade em Sorocaba e especialista em Comunicação pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo.

VIVAcidade - Copyright © 2004-2016 - Todos os direitos reservados | Aviso Legal
VIVACIDADE INTERNET E COMUNICAÇÃO LTDA.
Fale com o VIVAcidade: Clique Aqui

 

 

VIVAcidade Sorocaba
Tipo: Comunicação
Região: Além Linha-Trujillo
Local: Rua Ângelo Elias, 689
Ver mais no Guia VC

Leia Mais
Saiba Mais
Fórum de Debates
 
sociais.com
Conheça Votorantim

Galeria de Mapas
Comércio e Serviços
Rodovias de Acesso
Ruas e Avenidas
Regiões da Cidade
Região Central